Arena Minecraft Brasil


Há três semanas atrás estivemos presentes na Arena Minecraft Brasil, eu e meu companheiro de blog Reinaldo (reavargas), na companhia dos meus filhos, no Shopping Metrô Tucuruvi, em São Paulo.

O evento, com sucesso de público em todos os dias em que esteve no shopping, foi divertido. Foram disponibilizados 4 notebooks e 2 consoles Xbox 360 para que os visitantes pudessem jogar o game que é tão famoso, principalmente entre o público infantil e adolescente. Fora essas atrações, a arena também contava com blocos de espuma, simulando os blocos do jogo e também um túnel de mineração, por onde as crianças podiam passar por baixo, da mesma forma que o personagem do jogo o faz.

O evento itinerante aconteceu entre os dias 10 e 28 de julho e, em todos os finais de semana, contou com a participação de alguns youtubers e jogadores de Minecraft conhecidos, como Bibi e PokeyBR, FeBatista e CraftStudios e JVNQ. Além disso, a participação do bate-papo e da sessão de fotos com esses youtubers era sujeita a retirada de senha e o visitante ocuparia o mesmo lugar que a imprensa, podendo fazer perguntas e interagir livremente. A atração era gratuita e aberta ao público de 4 a 16 anos, com duração de 25 minutos cada sessão, sujeito a retirada de senha e disponibilidade de horário.

Quanto a retirada de senha e disponibilidade de horário, acredito que tenha faltado um pouco de organização no local. Os pais esperavam na fila, por um tempo longo e só ficavam sabendo da disponibilidade de horário quando chegavam no balcão de atendimento. Eu, por exemplo, estive lá nos dois últimos dias. Sendo que, no primeiro dia esperei por mais ou menos uns 30 minutos na fila, até chegar minha vez de ser atendida e, infelizmente, informada de que só haveria sessão disponível dentro de 2h e 30m. Achei absurdo! Alguém poderia passar no decorrer da fila, avisando quanto a disponibilidade de horário. Conclusão: voltei no dia seguinte, logo na abertura do evento e já havia uma espera de 01h e 30m.

Para concluir, o evento foi muito legal. Agora, só nos resta ficar de olho onde será a próxima parada da Arena Minecraft Brasil!

Reinaldo Vargas (reavargas):

Visitar o evento itinerante do Minecraft foi interessante! Como a Paula explicou, a visita é válida e divertida, com a ressalva dos problemas que identificamos e que seriam facilmente solucionados com uma organização adequada. Tomara que os próximos sejam otimizados para facilitar a visita do público interessado.

O game Minecraft foi criado por Markus “Notch” Persson e seu desenvolvimento começou em Maio de 2009. A jogabilidade foi baseada nos jogos Dwarf Fortress, Dungeon Keeper e Infiniminer. Vocês sabiam disso?

Para quem ainda é leigo no assunto, Minecraft é basicamente feito de blocos, tendo as paisagens e a maioria de seus objetos compostos por eles, e permitindo que sejam removidos e recolocados em outros lugares para criar construções. Além da mecânica de mineração e coleta de recursos existe uma mistura de sobrevivência e exploração.

Jogar Minecraft é usá-lo como ferramenta criativa. Esse é o ponto interessante e que atrai principalmente crianças e adolescentes! Não existe uma forma de vencer no jogo, uma vez que não há objetivos requeridos e enredo que necessitem seres seguidos. Os jogadores passam a maior parte de seu tempo simplesmente minerando e construindo blocos de material virtual, daí o nome do famoso jogo. O jogo é pura liberdade!

Curiosidades à parte, Minecraft vendeu mais de 1 milhão de cópias até 12 de janeiro de 2011, pouco depois da versão Beta do jogo ter sido lançada. E, até hoje, recebe constantes atualizações! Mais de 11 milhões de usuários únicos se cadastraram no site oficial do jogo, dos quais cerca de 25% compraram o jogo. Em 15 de setembro de 2014 foi anunciada a compra do jogo (juntamente com a empresa produtora, Mojang) pela gigante norte-americana Microsoft por US$ 2,5 bilhões. E finalmente, em 2 de junho de 2016, somou 100 milhões de vendas, tornando-se o segundo jogo mais vendido da história. Atualmente, o mesmo está sendo desenvolvido para dispositivos de realidade virtual e aumentada e sendo aperfeiçoado em dispositivos portáteis, consoles e PC.

Com isso, o propósito deste tipo de evento se justifica e, ao mesmo tempo, é interessante para o publico imenso que gosta do jogo. Novos recordes serão “batidos”?

Paula Teixeira (pect2013):

Como disse no início deste post, meus filhos me acompanharam nessa visita e foi uma experiência incrível, que será relatada em um próximo post na coluna Pais Nerds, (clique aqui). Não deixem de visitar e saber mais detalhes, inclusive sobre a visitação do local.

 

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Paula Souza (Facebook: psouza2016 e Twitter: @paulapt2k), a voz feminina do Nós Nerds! Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa, amante de leitura e Literatura, além de gamer nas horas vagas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *