Conferência Microsoft E3 – 2016 4


A Microsoft começou sua conferência com um comunicado feito por Phil Spencer sobre a tragédia de Orlando. Um vídeo de abertura já começou com a apresentação do Xbox One S, que chegará em Agosto. Sem dar tempo de recuperar o Fôlego entrou no palco a apresentação de Gear of War 4, anunciado como parte do programa Play Anywhere, que permite comprar o jogo em uma plataforma e jogar tanto no PC quanto no Xbox One, seguido logo após de um gameplay de GoW 4.

X1 S

Seguindo a apresentação Killer Instinct 3 para o Crossplay Windows e Xbox One.

Logo depois o anúncio do mais social de todos os Forzas, o Horizon 3, que será lançado em 27 de setembro de 2016.

Forza h3

A seguir foi apresentado um vídeo de Recore.

O Final Fantasy XV entra no palco com um gameplay ao vivo. Um combate contra um inimigo gigante e o anúncio do lançamento para 30 de Setembro de 2016.

ff XV

A presentação do vídeo de The Division com sua nova expansão Underground

division undergroun

Logo depois começou a apresentação de Battlefield 1, com lançamento no EA Access em 13 de Outubro.

Em seguida começou a apresentação das novidades da Xbox Live. Como Background Music, Cortana, Clubes na Live e Arena que permite disputas multiplayer.

Minecraft entra no palco mostrando sua gigantesca comunidade que agora estará jogando em crossplay. Com conquistas para quem jogar com amigos em multiplataforma e podendo usar a realidade virtual. Tudo disponível hoje!

minecraft

Um vídeo apresentou a possibilidade de personalizar seu controle do Xbox One, seguido pela apresentação de Inside, um novo jogo do programa ID@Xbox, com a apresentação de um compilado de vários títulos indies.

Inside

Continuaram a apresentação com o indie We Happy Few, com outro gameplay ao vivo. Com lançamento para Game Preview em 26 de Junho.

We Happy

O jogo de carta de Witcher III, gwent,  virou um game independente, para ser jogado em crossplay.

gwent

Em seguida uma apresentação de Tekken 7, com mais um gameplay ao vivo, previsto para 2017. Com Tekken Tag Tournament 2 de graça na retrocompatibilidade.

Tekken 7

Na sequência a apresentação de Deadrising 4, que será lançado no fim de 2016 no Windows e Xbox One

Deadrising 4

Logo após, a apresentação seguiu para o anúncio de Scalebound,  com mais um gameplay, com lançamento para 2017 no Xbox Play Anywhere.

Seguindo a conferência com um vídeo do jogo de piratas, Sea of Thieves, da Rare. Com um gameplay gravado de uma disputa de 3 equipes.

Mais um vídeo de lançamento, agora de State of Decay 2, que será lançado em 2017.

state of decay 2

Na sequência a presentação do trailer de Halo Wars 2, já em Beta de 13 à 20 de Junho.

Halo Wars

Phil Spencer volta ao palco para anunciar a oportunidade de jogar em todas as plataformas da Microsoft e a realidade virtual. E apresentou o novo console da família Xbox, o projeto Scorpio, que será lançado no final de 2017. mantendo a compatibilidade entre todos os consoles da família Xbox, como jogos e acessórios.

Família One

Eduardo “Sgt Rock 1967” Rocha é o idealizador do Nós Nerds! Técnico em informática e gamer inveterado e veterano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 pensamentos em “Conferência Microsoft E3 – 2016

  • Miguel

    Bom dia Sgt Rock, eu gostaria de saber sua opinião sobre a apresentação da Microsoft, pois acho que ela se precipitou em informar que vai lançar um console de nova geração no final de 2017 (scorpio). Pois como me apresenta um novo Xbox one S, sendo que em menos de um ano e meio o mesmo será substituído, com certeza as vendas cairão, que tem a versão anterior do Xbox devem esta frustradas agora, pois o console em menos de cinco anos será substituído. Pode ser que eu esteja errado mais a Microsoft acabou pisando na bola e detonando o seu console atual. Valeu.

    • Sgt Rock 1967 Autor do post

      Miguel, Agradeço a participação e já me desculpo pela demora.
      Vamos separar as respostas para que fique bem clara a minha opinião.
      1) Vendas do Xbox One Original (X1). Acredito que no mercado mundial, quem tinha de comprar o console por gosto da marca já comprou, o que não quer dizer que seja a realidade Brasileira, pois o Brasil, assim como mercados emergentes, está sofrendo agora, os reflexos da crise internacional de 2008 e no nosso caso ainda tem a crise política. O que fez o mercado se contrair e diminuir o consumo, por esse aspecto, somado com o aumento do dólar, as vendas de console diminuíram.
      Baseados nesse fato mundial a Microsoft, aproveitando o lançamento de jogos que podem trazer jogadores fiéis de outros consoles para o X1, oferece uma nova opção de console para esses consumidores. O Gear of War 4 é um jogo que pode trazer vários jogadores para o X1, assim como o Scalebound. E por um preço menor de console torna a opção de comprar um console por causa de um título mais interessante.
      2) O Xbox One S (XS) é a opção da resposta acima, com três modelos diferentes no lançamento, cada um com um tamanho de HD e sem Kinect, atraí muito os jogadores “hardcore”. E ainda vem com Vídeos em 4K. Creio que não é um modelo para o fã do Xbox e sim um modelo de entrada na família dos consoles da Microsoft. Entenda, mercado internacional, não se aplica na nossa economia descontrolada e com muitas questões fora da realidade mundial.
      3) A apresentação do Projeto Scorpio, já tinha sido ventilada no desejo do Phil Spencer em ter um console modular, algo que se possa fazer upgrades de acordo com as evoluções do mercado, sem ter de trocar todo o console. Acredito que o jogador que tem um X1 não comprará o XS e ficará na espera do Scorpio. A apresentação do projeto se dá em função que toda a indústria precisa de tempo para desenvolver jogos para o console, para não acarretar um lançamento sem jogos para o Scorpio, mesmo com a promessa que todo os títulos rodarão no X1 e no XS, a Realidade Virtual e os gráficos em 4K só devem estar em plena capacidade no Scorpio.
      Se foi precipitado e se não vai funcionar como a Microsoft deseja, com certeza nunca será revelado, mas será muiiiiiiiito especulado. No mais fica o conselho, no que trata do mercado de games e consoles, muito cuidado, pois a mídia tem muitos não fãs da Microsoft, que sempre formam uma opinião parcial para desmerecer a marca.

    • reavargas

      Prezado Miguel,

      O nosso querido Sgt Rock 1967 já descreveu as possibilidades que a Microsoft deseja alcançar e a questão do mercado brasileiro. Vou complementar, pois na minha opinião, os 3 consoles da família Xbox One podem sim coexistir, principalmente em decorrência de rodarem todos os games do programa Xbox Play Anywhere e de serem destinados a todos os públicos e bolsos.

      Com o lançamento do Xbox One S, o console Xbox One deverá ficar com a versão que contém o Kinect no mercado. O Xbox One S chegará com um preço mais em conta e atrairá os jogadores que desejam um Xbox One, mas ainda não o possuem. Estes jogadores são vários do Xbox 360 e até mesmo do PS4 ou Nintendo WiiU. O Xbox One Scorpio chegará no final de 2017 e será destinado para os jogadores mais radicais e que podem pagar um valor mais alto. Este console será criado para atualizações futuras de partes do Hardware. É um novo conceito de console chegando ao mercado!

      Mas as vendas do Xbox One que atualmente estão no mercado poderão cair? Sim, irão cair, mas a Microsoft está pensando a longo prazo e quando a Realidade Virtual estiver num estágio já mais consolidado, o Xbox One Scorpio estará no mercado e teremos um console que rodará VR, rodará tudo da família Xbox, inclusive a retrocompatibilidade do Xbox 360 e quem sabe até do primeiro Xbox. Além disso, será compatível com todos os acessórios da família Xbox One. Será o console mais completo já criado até hoje e o mais poderoso do mercado!

      Espero que minha opinião e do Sgt Rock 1967 ajudaram a esclarecer suas dúvidas.