Gwent Ganha Modo Single Player e Atualizações Até o Fim do Ano!


Além da Campanha Single Player Chegam ao Jogo Novos Líderes, Cartas e Uma Nova Facção.

Saudades de The Witcher? A série chegou ao seu fim após a expansão Blood and Wine, e a CD Projekt não deve retornar a franquia tão cedo. Só que isso não quer dizer que você precisa ficar longe do Continente e suas histórias.

Atualmente temos Gwent, jogo de cartas derivado da série The Witcher, que tem seu foco no multiplayer e cenário competitivo mas vai receber um modo single player até o fim do ano. Gwent é o nome do minigame de cartas que existe nos pubs frequentados pelo bruxo Geralt em The Witcher 3, e por ser tão bom ganhou vida própria. O jogo é totalmente online, e sua versão atual é grátis pois está em fase Beta público. Está disponível para jogar no PC, Xbox One e PS4.

Durante a BGS, assistimos a uma exibição fechada com mais detalhes sobre o game e suas novidades, apresentada por Pawel Burza, gerente da comunidade de Gwent. Hoje o jogo conta com 5 facções, que servem como temas de cartas. Até o fim do ano chegam ao game 21 novas cartas, uma nova facção e dois novos líderes (cartas especiais que lideram o deck); sendo eles Anna Henrietta e Dettlaff van der Eretein, personagens da expansão Blood and Wine de The Witcher 3.

Gwent Também é Competitivo


Desde seu lançamento, Gwent se mostrou um jogo muito técnico, onde as habilidades do jogador valem muito mais do que a sorte de tirar uma boa mão de cartas.

Gwent já tem uma cena competitiva forte, o Gwent MASTERS, que é acessível a qualquer jogador através do ranking mundial. São quatro “Open” por ano, campeonatos abertos, onde os vencedores e melhores ranqueados se classificam para o “Challenger”. Também existem campeonatos regionais licenciados, e com isto os prêmios podem variar de U$10 mil até U$250 mil no torneio Challenger MASTERS.

 Profundidade e Novos Dramas na Campanha de Gwent


Se você não é uma pessoa competitiva, mas fã deste universo, a boa notícia é que Gwent vai receber uma campanha single player, chamada Thronebreaker, com 10h a 15h de jogo. A história não tem Geralt como protagonista, e sim Meve, a Rainha de Lyria e Rivia.

Rivia? Sim, aquela Rivia. Meve também é conhecida por ter concedido a Geralt o título de Cavaleiro, após a batalha pela Ponte de Yaruga. Se você não conhece essas histórias, não tem problema. Toda a campanha de Thronebreaker antecede à The Witcher, e você vai acompanhar Meve por várias batalhas intensas, e sentir na pele a dificuldade de liderar um povo em meio a guerra.

 

 


Os gráficos do jogo são animados, com todos os desenhos feitos à mão, de alta qualidade. Segundo os desenvolvedores, a história é profunda como em todos os jogos da CD Projekt. Durante o gameplay, vamos ter o controle de Meve pelo mapa encontrando baús, quests e side quests. Também devemos administrar os recursos do exército da Rainha, realizando upgrades que resultam em mais ou melhores cartas para o seu deck.

Outro ponto importante da campanha single player é que durante os diálogos de Meve você tem opções para as respostas, e elas vão influenciar em várias questões desde a quantidade de soldados do seu exército, a sua popularidade como Rainha e também na história do jogo.

Todas as batalhas são decididas nas cartas, algumas delas exclusivas do single player devido ao contexto da história em determinado momento. Infelizmente não há previsão das cartas do single player migrarem para o multiplayer, já que isso poderia desbalancear o jogo se não for realizado com cuidado.

Thronebreaker não tem data de lançamento ou preço definidos, mas deve chegar até o fim deste ano. Para todos os fãs do universo de The Witcher, Gwent se torna um jogo indispensável; e para os que não tem tanto apreço por jogos de carta, será um bom motivo para conhecer esse gênero.

O jogo deve chegar localizado para Português, assim como os demais jogos da CD Projekt.

 

Logo Curti

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Felipe “omegawpnx” Negrão, ou somente Omega, não se descolou de Destiny nos ultimos 3 anos, e continua pela Torre até hoje. Quando pode, ele joga um RPG ou até se arrisca no FIFA.