Microsoft reafirma que Xbox One terá exclusivos! 1


A Microsoft veio a público e representada por Phil Spencer, patrão da divisão Xbox, voltou a reafirmar que apesar do forte foco da companhia no mercado de games para PC com Windows 10, o console Xbox One não irá “perder” todos os exclusivos atuais e que novos chegarão!

A recente mudança na estratégia da companhia de Redmond, especialmente após as confirmações dos games Quantum Break e Forza 6: Apex para PC com Windows 10, não deixou uma parcela dos fãs da marca muito contentes e Spencer tenta agora “sossegar” esses consumidores.

Em um recente podcast ao site IGN, Phil Spencer falou sobre os rumores e suposições que permeiam o Xbox One e reafirmou com segurança e convicção, que a companhia não se esqueceu do console atual, e que o mesmo continua e continuará sendo um importante foco em sua estratégia de negócios.

De acordo com Spencer, a Microsoft está mais empenhada do que nunca no console Xbox One e apesar da dedicação também em lançar exclusivos Windows 10, isto não significa em hipótese nenhuma que todos os games irão ser lançados nas duas plataformas, nem que o console irá perder todos os seus atuais exclusivos ou sequer que deixará de receber novos games que também serão exclusivos.

 

E você leitor, qual seu comentário a respeito?

Escreva abaixo seu comentário, assine o blog e compartilhe com seus amigos!

Reinaldo Vargas “reavargas” (Twitter: @reinaldovargas e Instagram: reavargas.sp) é Resenhista do Nós Nerds! Professor Universitário e GAMER nas horas vagas. Sempre informado quando os assuntos são educação, ciência, tecnologia e games.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Microsoft reafirma que Xbox One terá exclusivos!

  • Miguel Filho

    Acho bastante válido, poder jogar exclusivos tanto pelo console, como em equipamentos com Windows 10. Até mesmo porque já esta sendo possível a comunicação entre as duas plataformas, e a tendência é que isso fique cada vez maior, e quem ganha com isso somos nós os usuários. A visão da Microsoft esta certa e eu apoio.