Robô amigo. Não tô falando de Wall-E…


Planet of the Eyes é um jogo de aventura de puzzle de um desenvolvedor com base em Toronto, o Cococucumber. Sim, esse é o nome. Mas não se atenha ao “puzzle” antes dito, o jogo é bem leve e lhe trará uma tarde tranquila de jogatina.

No início do jogo, o jogador aterrissa em um planeta alienígena em um “space pod”, essas pequenas naves que usam pra escapar de alguma emergência na nave-mãe. A partir daí, o jogador assume o papel de um robô que descobre a história de tudo que aconteceu através da captura de fitas de áudio, que funcionam basicamente como coletáveis durante o gameplay. Há uma mistura de desafios de plataformas, com muitas oportunidades para morrer ao longo do caminho. O game surpreende pela simplicidade, tanto visual quanto em jogabilidade. Porém, não quer dizer que o game seja feio, muito pelo contrário, o game é muito bonito, com cores fortes e figuras geométricas, que prendem a atenção dos mais jovens. A simplicidade do gameplay deixa o jogo bem interessante, mesmo morrer não é uma preocupação constante. Os checkpoints são bem generosos.

Se você gostou de Inside e Limbo, irá curtir esse. A temática não é tão pesada, o enredo não é tão denso quanto e a jogabilidade é muito amigável, extremamente recomendado para jogar com os filhos, na dificuldade “Morreu Passa o Controle”.

 

 

 

Logo Curti

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Marcelo “Vingador Brambz” Brambilla é Gamer de Corridas, amante de carros e velocidade não perde a oportunidade de fazer um racha com a galera. Autor do Nós Nerds e colaborador ativo no Xbox Mil Grau.