Role Playing Game e o Mundo Real / Paralelo e Influência (Gamedesign Aplicado) 6


Talvez você possa ter se surpreendido num jogo de RPG de mesa ou de
videogame querendo ser o seu próprio personagem e, de forma frustrada, pensou
que sua classe não tem nada a ver com um personagem clássico medieval
transformado para os dias de hoje… Será mesmo? Vamos dar uma passada nas
classes mais utilizadas e analisá-las:

GUERREIRO\RASTREADOR\ARQUEIRO

“AT YOUR SERVICE SIR!”

Obviamente as armas mais usadas hoje em dia não são armas brancas e Arco e
Flecha. Isso muda muita coisa mas, a classe guerreiro, se fundiu muito com
Rastreador nas Forças Armadas e ainda podem ser aprendidas habilidades como
“sobrevivência” e “primeiros socorros”; conhecemos hoje o guerreiro como um
Batedor, ou o Arqueiro como Sniper dos jogos de guerra e tiro, com ou sem
mundo aberto. Alguns jogos simulam bem essas perícias com a opção de se
curar com curativos, acampar, craftar utensílios ou extrair ervas da
natureza para curar-se com emplastros. Já a proficiência e mira com arco foi
transformada em mira com rifle e outros tipos de armas, com ou sem Scope. A
obediência, disciplina e hierarquia é ainda ponto fundamental.

Vemos estas habilidades visivelmente em Far Cry 4 e os jogos anteriores da
franquia.

CLÉRIGO\PALADINO

“GUIDE ME HOOOLY LIIIGHT!”

O clérigo hoje em dia é algo muito diversificado; temos Pastores, Bispos,
Papas – cada qual de sua religião específica e com abordagens doutrinárias
diferentes. É óbvio que as “magias de cura” e exorcismo não são tão reais
assim (não temos zumbis ou caveiras e muito menos explodem com as magias
santas), mas existem em casos raros de paranormalidade.

O Paladino é a mescla de Guerreiro e Clérigo. Não há hoje em dia algo
parecido senão o “Capelão” das Forças Armadas, que é um padre formado por
ambas as instituições por opção própria (meu padrinho de Crisma é um), ou um
militante que mata em nome de Alá (este seria Anti-Paladino se fizéssemos um
char dele). Enfim, melhor deixá-los lá do outro lado do mundo (risos).
Entre todos eles existem duas habilidades ainda em comum, não importando a
época e, em alguns casos, estas são usadas até hoje: “Converter” ou “Lábia
\Persuasão” e ambas são mostradas muito bem em jogos de estratégia como Age
of Empires, Populous (esses dois primeiros com unidades sacerdotais) e Might
and Magic VI, VII e VIII (este último, ao conseguir descontos absurdos nos
preços dos itens).

LADINO

“SÉRIO QUE ISSO NÃO É SEU SR. GUARDA? EU ACHEI JOGADO…”

Não é necessário falar muito de uma das classes tão antigas quanto o homem e
que existe, infelizmente, até hoje: Ladrão! Mesma questão de armas de
fogo, embora as facas ou uma butterfly sejam ainda tipos de armas brancas
muito adoradas por eles. Sua maior habilidade é Ocultação\Ofuscação,
(passarem despercebidos dos olhos alheios), seja em rapidez ou em maneiras
de se esconderem e escaparem sem serem vistos com sua imensa destreza.

Joguem Thief ou Dishonored e vejam a maravilha acontecer.

MAGO

“CORAGEM É A MELHOR DEFESA QUE VOCÊS TÊM AGORA!”
A classe menos favorecida nos tempos atuais… Reduzidos a adivinhadores,
cartomantes, videntes e manipuladores de essências, cosméticos, florais,
chás, bebidas artesanais, incensos e terapias holísticas e que, caso não
sejam telepatas, telecinéticos, pirocinéticos ou possuidores de outras
perícias e habilidades paranormais (1% da população mundial), serão sempre
pessoas comuns sem as maravilhosas habilidades de mísseis mágicos e bolas de
fogo, terremoto, chuva de pedras, etc.

DRUIDA

“QUANDO O HOMEM APRENDER A RESPEITAR ATÉ O MENOR SER DA CRIAÇÃO, SEJA ANIMAL OU VEGETAL, NINGUÉM PRECISARÁ ENSINÁ-LO A AMAR SEU SEMELHANTE” (Albert Schweitzer)”

Talvez seja a classe que mais se manteve parecida, desde a época do seu
surgimento e migração para o norte da Europa, após a glaciação da Hiperbórea.
Quase foram dizimados pelos Romanos. Até os dias de hoje, sua doutrina é
rara e totalmente baseada na observação da natureza e suas leis, assim como
o respeito pelas obras divinas (flora e fauna) criadas pelo Deus único. Os
druidas acreditam que a natureza é regida por potências, espíritos
elementais e ancestrais de luz.
Os Deru (carvalho) Wid (sábios) receberam este nome de Druidas (Sábios do
Carvalho), após utilizarem-se do visco que crescia nesta árvore mestra, para
curar as tribos Celtas (tribos das quais tinham se inserido) e as curaram de
graves epidemias. Mais tarde Julio Cesar os perseguiria até a morte, como
única maneira encontrada para subjugar tal cultura. Tiveram que se esconder em
florestas, montanhas ou em monastérios tornando-se monges e assim, mantiveram
sua tradição (que antes eram apenas oral) em provérbios de sabedoria,
escritos chamados de Tríadas. Muito pouco então se sabe destes misteriosos
sacerdotes/magos/xamãs da natureza e duas versões são defendidas: a
tradicional Monoteísta ou Gutuatres politeísta. Imagina misturar um Paladino
(guerreiro/clérigo como dito antes) com um mago, mas que vê a Terra e o
universo como um todo, filosofa e procura mudar, curar e evoluir o mundo
através do equilíbrio da Mente, Corpo e Espírito através da alquimia natural
com ajuda de poções, fitoterapia, medicina natural, poesia, radiestesia,
energizações, terapia com animais e companhia deles a todo momento na vida?
Este é o Druida! Pasmem: Existem e encontram-se renascendo das cinzas com a
doutrina reformulada para os dias atuais e há poucos anos com a
oficialização da antes “filosofia de vida” em “Religião Oficial” na
Inglaterra.
Eu sou suspeito de falar por que estudo no Colegiado Druídico, mas como
muitos, só descobri esta paixão graças aos games, mais precisamente no jogo
Might and Magic VII, mas, se quiserem um jogo bom, atual, com classe druida,
que tal o MMO RPG World of Warcraft?
Ou, se quer ser um druida na atualidade, estude:

http://www.colegiadodruidico.com.br/historia-do-druidismo/

Allan do Vale Canalini Neuma, ou “Allen Mac Draoi” da Xbox Live é colaborador do Nós Nerds! Dono do site Dw. Nerd do Facebook, Gamedesigner e youtuber gamer nas horas vagas. Quase Biólogo, Druida, gótico, meio artesão, RPGista (que possui módulo próprio) e Produtor do Hidromel artesanal Poção Druida (face). Fora essa sua identidade secreta, desempenha diariamente a função de Analista de Crédito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 pensamentos em “Role Playing Game e o Mundo Real / Paralelo e Influência (Gamedesign Aplicado)