29 de maio de 2024
Escute este Post
EscritosGames e Tech

Crash™ Team Racing Nitro-Fueled – Diversão Nitrada

Crash Team Racing Nitro-Fueled foi lançado hoje (21/06), para PlayStation® 4, PlayStation® 4 Pro, Nintendo Switch™, e na família de dispositivos Xbox One da Microsoft, incluindo o Xbox One X. Confira o nosso review!

Acima da Expectativa

A primeira coisa que posso falar sobre Crash Team Racing Nitro-Fueled é que ele não se limita a ser um remake. Apesar do nome engraçado, ele deixa bem claro do que o jogo se trata. É o mesmo Crash Team Racing, refeito, mas com adição positiva de um nitro para melhorar o desempenho.

Não importa se você é veterano nos jogos de kart, jogou o clássico, fã do Crash; ou simplesmente está chegando agora e quer experimentar esse gênero. O jogo recebe bem à todos, e permite à você se divertir muito e exatamente do jeito que preferir.

É claro que Crash Team Racing Nitro-Fueled oferece opções clássicas, como a seleção das músicas originais, velocímetro parecido com o do jogo original, e até um modo “Clássico” onde não existem vantagens ou opções de personalização dos karts e personagens. Algo necessário para agradar os fãs da franquia.

Atenção na largada para garantir um “boost”.

Desafio na medida

Apesar da curva de aprendizado ser alta (na minha opinião), as opções de dificuldade permitem que jogador sinta-se à vontade. Se você quer apenas curtir, jogar no modo fácil não será um fator que vai diminuir a sua diversão. No entanto, eu recomendaria jogar no nível normal.

Essa questão é importante, pois em Crash Team Racing Nitro-Fueled, o jogador precisa dominar a mecânica para deslizar e ativar o turbo. É algo simples, mas obrigatório para conseguir bater os desafios de tempo e vencer algumas corridas mais avançadas no modo Aventura. Ou seja, para liberar o final “verdadeiro”, ou completar 100% do jogo, é necessário se dedicar bastante.

A Inteligência Artificial também atua bem nas corridas. Senti uma dificuldade boa com eles jogando no Difícil e até no Normal. Não tive a mesma felicidade jogando com “bots” no modo batalha com objetivos, como o capturar a bandeira. A IA completa as partidas de corrida e batalha no multiplayer local e online, algo muito bom caso a turma não esteja completa, mas não aposte neles para cumprir o  objetivo.

Deu ruim.

Rolê com a galera

Outro ponto bem conhecido de Crash Team Racing, é o seu multiplayer. Quem jogou o original provavelmente competiu contra os amigos no sofá de casa, seja em Corridas ou no modo Batalha. Esse é mais um ponto positivo, o multiplayer ainda é ótimo, garantindo risadas para quatro jogadores ao mesmo tempo, e com tela dividida.

As disputas não ficam restritas ao sofá de casa, pois a opção do multiplayer online existe e funciona bem, apesar de bem simples. Ou você cria uma sala privada, ou aguarda se juntar à uma partida através do matchmaking. Não tive dificuldades de conexão, o que é um fator importante de ressaltar. É um bônus para quem está com os amigos longe, como foi o meu caso, mas com certeza menos interessante do que provocar alguém que está do seu lado.

Tela do multiplayer online

Salvando o mundo

O modo Aventura ainda é o principal, e conta com novas pistas em relação ao primeiro jogo. A história é bem simples, onde o vilão Nitros Oxide ameaça transformar a Terra em um grande estacionamento, a não ser que o melhor piloto o vença em uma disputa direta. Mas para definir quem é o adversário de Nitros Oxide, você tem que enfrentar todos os pilotos.

Dentro da Aventura, você tem mais de um modo de jogo. As corridas, os desafios de relíquias, desafio CTR e as Copas. A partir disso, é tudo bem simples, vença corridas para liberar mais corridas, até enfrentar o chefe daquela região. Os desafios destravam as Copas, e sinceramente, você só vai precisar fazer isso se quiser aumentar o tempo de jogo, como jornadas secundárias em um RPG.

“Sobrevivência do mais rápido” – Oxide, Nitros.

Replay

Aliás, esse é um bom atrativo para voltar ao jogo após terminar a “campanha”. Crash Team Racing Nitro-Fueled parece curto à primeira vista, mas considerando todos os desafios e copas, além dos modos de jogo extras pode te manter jogando por muitas horas. É aquele tipo de jogo que você mantém sempre instalado, em fácil acesso, para jogar quando der vontade.

Além disso, o jogo conta com o “Pit Stop”, o nome da loja onde você pode destravar as personalizações disponíveis. Ao terminar qualquer modo de jogo, você recebe moedas, e deve usá-las para comprar novos Karts, roupas, cores, e destravar personagens. Aqui não temos microtransações, mas os desenvolvedores vão manter o jogo atualizado com mais conteúdo desse tipo.

Pit Stop para desbloquear um personagem novo.

Qualidade técnica

Nos aspectos técnicos, o jogo é muito agradável. Sem bugs aparentes, sem loadings “desnecessários”, com uma taxa de frame ótima, modelos bem feitos e opção de HDR. O audio também funciona muito bem, sendo possível entender se aquele míssil realmente está próximo para que você possa se defender.

Uma boa adição visual por exemplo, é que você o pneu do seu Kart serve para achar o tempo certo de usar o turbo. Quando você derrapa de forma correta, o pneu acende e vai “enchendo” de luz até o limite. Se você errar, o Kart solta uma pequena explosão, e a fumaça do escapamento muda, além do pneu “apagar”.

Gostei bastante também em ter esse jogo completamente localizado em português do Brasil, ou seja, com legendas e voz na nossa língua. A Activision tem trazido sem falta a localização PT-BR, sempre com qualidade, e dessa vez não foi diferente.

Tá pegando fogo nos pneus, bicho!

Ótima opção de corrida arcade

O que pode realmente te afastar de Crash Team Racing Nitro-Fueled é o valor, em média de R$180. Talvez te assuste esse valor por um “simples remake”, ou pareça um “produto feito só para fãs”. Nada disso é real, o valor reflete um jogo bom, e está justo para o lançamento. Digo que o lançamento é o melhor momento para aproveitar o jogo. Baseio minha afirmação na ideia que é o melhor momento para aproveitar o multiplayer online.

Não se engane, Crash Team Racing Nitro-Fueled entrega exatamente o que promete, muita diversão em um jogo de corrida arcade. Fatalmente é a melhor opção nesse gênero caso a sua plataforma seja o Nintendo Switch, que conta com Mario Kart. E desponta com um dos melhores remakes feitos nessa geração.

 

Microsoft LATAM

Adquira já

 

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Felipe Negrão

Felipe "omegawpnx" Negrão, ou somente Omega, não se descolou de Destiny nos ultimos 3 anos, e continua pela Torre até hoje. Quando pode, ele joga um RPG ou até se arrisca no FIFA.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.