18 de julho de 2024
Escute este Post
Notícias

HyperX Apoia Uso da Biometria para Verificar Desempenho

Foram realizados testes utilizando periféricos da HyperX com o intuito de aprimorar a saúde e o bem-estar dos jogadores, buscando também reduzir as possibilidades de ocorrência de picos de estresse durante competições

A HyperX, uma equipe da HP Inc. especializada em periféricos para jogos, é patrocinadora de um estudo conduzido pela Arizona State University, que visa descobertas inovadoras sobre o desempenho dos jogadores por meio de leituras biométricas. Nesse projeto, os periféricos da HyperX foram utilizados para testar e aprimorar o desempenho dos jogadores, com o objetivo de melhorar sua saúde e bem-estar, reduzindo as chances de ocorrência de picos de estresse durante competições. Como resultado dessa pesquisa, o laboratório adidas-ASU Center for Engagement Science Lab da universidade alcançou avanços na medição e compreensão do momento crítico de estresse dos jogadores, seja devido a surpresas ou situações durante as partidas (conhecido como “tilt” ou “rage quitting”), além de identificar maneiras de ajudar os jogadores a prevenir esse quadro, por meio da melhoria do desempenho, atividades específicas e conscientização sobre as práticas adequadas.HyperX. Imagem ilustrativa

Graças ao patrocínio da HyperX, a equipe de pesquisa e os jogadores envolvidos no estudo tiveram acesso aos mesmos equipamentos de jogo utilizados por profissionais e equipes de eSports. Essa colaboração entre uma empresa global de jogos e um estudo científico é a primeira desse tipo. A HyperX planeja expandir sua participação nesse campo, estabelecendo parcerias com instituições de ciências esportivas inovadoras em todo o mundo para encontrar maneiras de identificar e abordar questões físicas e psicológicas que causam dor ou desconforto aos jogadores.

“O bem-estar e o desempenho dos jogadores são essenciais para a HyperX. Observar os fatores de estresse, juntamente com outras condições físicas e mentais que enfrentam durante o jogo, são fatores-chave a serem considerados para gerenciar com eficácia esses momentos de estresse”, comenta Dustin Illingworth, diretor de marketing cultural da HyperX. “A melhoria potencial no bem-estar individual, que pode ser alcançada como resultado da colaboração entre a ASU e a HyperX, apresenta uma imensa oportunidade para o futuro dos jogadores e daqueles que passam longos períodos na frente de telas ou monitores”.

O estudo foi conduzido ao longo de seis meses, durante os quais os pesquisadores da ASU coletaram dados biométricos de 45 jogadores experientes, que jogaram uma das três modalidades competitivas: “League of Legends”, “Valorant” ou “Call of Duty”, por cinco a seis horas diárias. Eles monitoraram os batimentos cardíacos, a sensibilidade da pele, os movimentos oculares e as expressões faciais usando dispositivos de saúde, como pulseiras e webcams. Esses dados foram inseridos em um algoritmo de aprendizado de máquina que analisou as conexões entre o desempenho dos jogadores e os dados biométricos. Nenhuma variável biométrica isolada era capaz de indicar o desempenho dos jogadores ou os ciclos de fadiga por si só. No entanto, ao combinar todas as variáveis, o algoritmo revelou um padrão que mostrava claramente quando o estado de “tilt” ocorria. Como resultado, a equipe conseguiu prever esse momento de estresse cerca de 15 a 20 minutos antes de sua ocorrência, o que pode desempenhar um papel importante no futuro da saúde e bem-estar dos jogadores, bem como de indivíduos que passam longos períodos de tempo em frente a telas.HyperX. Imagem ilustrativa

“O apoio da HyperX neste estudo foi inestimável para os alunos envolvidos e para o nosso centro de pesquisa”, comenta Aurel Coza, diretor do adidas-ASU Center for Engagement Science Lab. “A equipe continua examinando e compartilhando as principais descobertas iniciais, e agora temos o objetivo de iniciar uma segunda fase com a HyperX. Esse novo momento servirá para colocar em prática o que os alunos aprenderam e também explorar intervenções que, em última análise, ajudarão os indivíduos a evitarem o estado de ‘’tilt’.”

Mikala Kass, especialista sênior em comunicações da ASU Knowledge Enterprise, escreveu um artigo sobre o tema, que pode ser lido na íntegra em inglês aqui.

Para mais informações sobre a HyperX e seus produtos, visite o site oficial da empresa.

Informe Publicitário

Gostou? Deixe um comentário e compartilhe com amigos. Clique no Sininho vermelho e receba as novidades. Siga nosso canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook!

Sgt Rock 1967

Eduardo "Sgt Rock 1967" Rocha é o idealizador do Nós Nerds! Técnico em informática e gamer inveterado e veterano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.