20 de maio de 2024
Escute este Post
EscritosPapo de Bar

Papo de Bar: Um Mestre Pokémon

Comecei a minha jornada Pokémon muitos e muitos anos. Na época, comprar um GameBoy era difícil, o cartucho do game então… Tive que começar a minha caminhada no bom e velho emulador. Nele joguei por muitos anos, levava meu jogo em um disquete, para você ter uma ideia de quanto tempo isso faz.

Os anos se passaram, após o GameBoy veio o GameBoy Advanced, e depois dele o Nintendo DS. Nessa época eu já trabalhava e conseguia comprar meus jogos e consoles. Então, finalmente, comprei um aparelho e Pokémon Platinum. E foi nessa época que minha vida mudou totalmente.

Com o advento da internet, jogar com amigos era mais fácil, mas eu não conhecia ninguém que eu pudesse fazer trocas ou batalhas, só me restava ir procurar. Minha primeira parada foi no fórum da Pokémon Mythology, fiz vários amigos, mas mudei de comunidade, queria participar de algo maior, e acabei no Fórum da PokéEvo, e lá fiz amizades que serão eternas.

Participei de diversos torneios, mas nunca ganhava nada. Era uma frustração imensa, toda a ansiedade e treinos em vão, mas com o apoio dos amigos, eu nunca tive a vontade de desistir. Eventualmente comecei a participar da organização do torneios e entrei em um clã, o saudoso Clã Dark Wolves. Posso afirmar que ambas foram as melhores escolhas que já fiz na vida. Mas ainda assim eu não conseguia um título.

Os anos se passaram, a geração dos jogos mudaram da quarta para a quinta e finalmente as coisas começaram a dar certo. Na PokéEvo havia um torneio chamado Taça Evo, e foi lá que finalmente pude soltar o grito de campeão.

Depois de uma intensa disputa de pontos corridos, a desistência de alguns jogadores e um acerto crítico na partida decisiva, eu finalmente podia afirmar, pelo menos naqueles segundos após o fim da partida, eu me considerava um mestre Pokémon. O eu da infância que assistia ao anime na Rede Record podia finalmente sorrir. Todas as derrotas do passado não existiam, a minha família me ouvia gritar como um doido sem entender o tamanho da emoção que estava sentindo.

Mas sempre havia um novo torneio, uma nova disputa. Uma nova chance de me sentir novamente um mestre Pokémon. Mas nada chegou nem perto daquele primeiro torneio, da primeira vitória. O fórum era bem mais do que um site onde as pessoas se encontravam para jogar Pokémon pela internet, era como uma arena, pelo menos era o que eu sentia.

Passaram os anos e eu acabei desistindo de jogar competitivo, novas gerações foram e mecânicas foram lançadas, mas eu não me acostumei com o que aconteceu. Até hoje eu participo de alguns torneios pontuais, talvez sem a mesma vontade de antes, mas sempre que começa a partida, aquele molequinho que grudava na TV para ver o desenho retorna e se diverte, ganhando ou perdendo. E, tal qual Ash Ketchum, protagonista do anime, eu giro o meu boné no começo de cada batalha.

E isso meus amigos, é o que importa para mim. Eu poderia ter citado diversos nomes aqui, mas acabaria esquecendo alguém. Então a todos da PokéEvo o meu abraço. Pokémon é, foi e sempre será a maior paixão da minha vida. E com toda certeza, se um dia eu tiver filhos, eles serão treinadores Pokémon como eu sou.

Um forte abraço.

Informe Publicitário

Adquira já

        

 

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Ailton Bueno

Um treinador de Pokémon aposentado que abandonou a carreira para escrever sobre joguinhos. Nos tempos livres, eu me enveredo pelos mais longos JRPGs que encontro e perco várias horas treinando explorando os mundos.

2 thoughts on “Papo de Bar: Um Mestre Pokémon

  • Anônimo

    Emocionante! Deu até vontade de comprar switch e participar de torneios

    Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.