26 de maio de 2024
Escute este Post
EscritosGames e Tech

The King of Fighters XV XV – Apanhando do Rei

Aos que não me conhecem: Eu gosto de jogos de luta que tem história. Que nos levam a diversos combates e nos apresentam os personagens e contam sobre suas rixas com os outros personagens. E essa característica em The King of Fighters XV é bem rasa. Mas isso é ruim? Não. Como eu não sou muito de jogar jogos competitivos, eu nasci com duas mãos esquerdas e minha coordenação nunca foi muito boa, eu sempre curti mais jogos single player ou co-op do que multiplayer, salvo minha época de lan house, onde joguei em um time, e mesmo assim nem era, tão bom, mas um bom líder de campo e bom estrategista… Foco, o assunto é o KoF XV.

The King of Figthers XV. Imagem ilustrativa
No fácil fica moleza, mas vou treinar um pouco mais.

O jogo é feito a um bom tempo focado em campeonatos de jogos de luta, e como outros jogos que existem em competitivo, os jogadores acabam nem vendo a parte de história e indo direto para o multiplayer. O que também fiz, para testar o rollback netcode.

A História

A história do game é baseada em dois trios, que estão lutando para salvar a terra do retorno de Re Verse. Você recebe o convite para participar do The King of Fighters e parte para o torneio com o trio denominado de Heroes, que tem os personagens Benimaru Nikaido, Shun’ei e Meitenkun que interage durante a história com o trio Team Rival, que quer barra o retorno de Re Verse, um ser misterioso de outra dimensão, este trio é formado por Isla, Heidern e Dolores.

The King of Figthers XV. Imagem ilustrativa
Isla e Shun’ei, conversando no início da história.

A história é apresentada entre os algumas das lutas do torneio, até chegar ao embate entre os dois times, mas não sem antes você lutar contra o seu próprio time, algo recorrente em jogos de luta. Se você ganhar a luta vai jogar contra o grande inimigo do jogo, Re Verse, claro que ao cair, o primeiro vilão tem de apareer o segundo, mais poderoso e perigoso, nesse caso Otomo=Raga.

Quando seu trio Heroes, vence, tem um final com história, no caso de outros times a história é cortada e não apresenta a interação com o trio Team Rival.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Exitem vários modo de jogo porém não fui feito para essa vida, apanhei que deu dó na tentativa de jogar o multiplayer. E como a história não me pegou fiquei sem ver outros finais. O jogo corre liso tanto no single, como no multi. O Rollback netcode, faz a partida multiplayer parecer um conpetitivo de sofá, de tanto que é amortecido o lag.

The King of Figthers XV é um jogo para quem curte uma boa pancadaria de sofá ou online, com gráficos bonitos e uma fluidez de nova geração de deixar de queixo caído. Vou acompanhar os próximos campeonatos e ver os verdadeiros Rei da Lutas em ação.

Agradeço a SNK pela key para o meu Xbox Series S. Assista nosso gameplay aqui.

Informe Publicitário

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Sgt Rock 1967

Eduardo "Sgt Rock 1967" Rocha é o idealizador do Nós Nerds! Técnico em informática e gamer inveterado e veterano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.