16 de junho de 2024
Escute este Post
EscritosNotícias

Tragédia em Jacksonville

É com muito pesar que tenho que escrever estas linhas, mas não podemos nos omitir em um momento tão difícil e delicado como esse, não falar nada ou fingir que não aconteceu é a mais covarde forma de omissão que poderíamos fazer neste momento. Eu sempre defendi os games e sempre defenderei. Não foram eles os culpados deste lamentável ato de violência, covarde e desequilibrado, acontecido em Jacksonville, Flórida.

Ontem à tarde (por volta de 16:00h, Brasília), durante uma etapa classificatória do Campeonato de Madden 19, um atirador entrou na área de jogo e abriu fogo, matando 2 pessoas, ferindo mais 11 e em seguida se matou. Não temos certeza da motivação do ataque, porém não foi um ato terrorista e sim, algo motivado pelo próprio evento, ou como já está sendo especulado por um participante derrotado no mesmo evento.

Infelizmente, embora ainda não tenha visto nenhuma menção ao assunto, vão acabar colocando a culpa nos games, pois sempre é mais fácil colocar a culpa na parte mais fraca, sim, a indústria de armas é muito mais rica e vi usar toda a sua força política para direcionar a culpa para outros. A facilidade de comprar armas nos EUA é de conhecimento de todos, e infelizmente várias pessoas vão colocar a culpa nos games.

Rezo a Deus para que isso não aconteça nunca mais! Que atos de violência, por pessoas desequilibradas que conseguem acesso à armas não se repitam. Espero que as famílias consigam conforto nas suas crenças, nos amigos e na grande comunidade gamer. Deixo vocês com a palavras dos meus parceiros do Nós Nerds.

Eduardo Rocha
Sgt Rock 1967
aaa

Isso me faz lembrar a época em que o RPG foi taxado como a causa do problema (anos 90), onde toda a mídia fazia quase questão de todos crêem nisto. Creio que a culpa nunca é do jogo/videogame, arma ou qualquer objeto que o homem usa, mas a sua própria mente e espírito. Meus pesares pelo acontecido a todos os familiares de Jacksonville. Hoje estarão em minhas orações. Achei que nunca veria isto no mundo dos games. Isto mostra que o ser humano ainda tem muito o que evoluir.

Allan do Vale Canalini Neuma
Allen Mac Draoi
aaa

Falando enquanto comunidade internacional, somos uma sociedade de contrastes estranhos e contraditórios. Princípios que se contradizem. Supostamente prega paz ao mesmo tempo em que se deixa armas ao alcance dos cidadãos. E mesmo na ausência delas, existem aqueles que clamam para que elas estejam em mãos para a defesa da paz.

Nunca fizemos um grande esforço enquanto sociedade para fizeram as pessoas pela busca de um caminho pacífico. E não se refere aqui aos princípios religiosos, Mas aos princípios de uma sociedade que levou anos para atingir certos princípios morais. Nossa sociedade evolui apenas quando abandonamos os princípios mais rudes e adotamos posturas mais humanitárias.

A barbárie ocorrida em Jacksonville não foi a primeira e infelizmente não será a última ocorrida pelo fechar de olhos as consequências de manter armas ao alcance de civis. E nós, brasileiros, deveríamos parar um instante para fazer uma reflexão. Os números da violência no nosso país, por si só, deve Ressoar como um fator importante para saber se realmente queremos uma liberação de porte de armas entre pessoas comuns. Porém mais importante do que ter ou não ter armas, preciso pensar sobre que tipo de cidadãos estamos formando. Sem entrar no mérito da responsabilidade do poder público em nosso caos urbano, o nosso desafio hoje é nos manter civilizados. Não cruzar a linha motivado pelo medo ou ódio.
O crime ocorreu em um campeonato de games. Logo virar um grupo para acusar os jogos de serem responsáveis. E varrer para debaixo do tapete a própria responsabilidade orientar seus filhos, irmãos e amigos.

Mas apontar o dedo agora não é resposta. E sim estender a mão. Não há explicação para o inexplicável. Tudo que podemos fazer agora é orar pelas vítimas e soluções para o fim da violência. E com sorte, encontrar as respostas verdadeiras.

Sérgio Fiore
Mentorbreak
aaa

Este ano os Estados Unidos vem sofrendo com uma série de tiroteios à seus cidadãos, cometidos por pessoas supostamente comuns. Escolas, parques, discotecas, shows de música e agora, um campeonato de videogame. Estes atos de covardia não são fruto de uma facção terrorista, uma ideologia política ou religiosa. São atos aleatórios, teoricamente sem sentido ou motivação, resultado de fatores diversos que a própria sociedade americana vem debatendo há anos. Espero sinceramente que os reais problemas sejam tratados e que o videogame não seja apontado como culpado neste caso.

O mundo precisa de mais amor, compaixão e senso de comunidade. Façamos destes atos de violência uma bandeira para estes valores, trabalhando a cada dia para que isso não torne a ocorrer.

Minhas mais profundas condolências às famílias e amigos das vítimas. Oro pela alma dos que perderam suas vidas e pela paz de espírito dos familiares e dos presentes, os quais carregarão a marca dessa violência para sempre.

Christian Bernauer
chrizeba
aaa

A comunidade do e-Sports e dos Games são uma só. Aqui nós discutimos, disputamos, mas acima de tudo procuramos diversão. Alguns também encontram nos Games um bom lugar para curar suas feridas. A maioria delas, ligada a sua saude mental. Que fique claro que a condição de disputa, ou o tipo de jogo não é o influenciador entre matar o morrer, e sim a saúde mental do indivíduo. Fica a mensagem para que sejamos bons com nossos colegas, e melhores ainda ao cuidar da nossa saúde, para que. Novas tragédias não aconteçam, seja onde for.

Felipe Negrão
omegawpnx
aaa

Sempre que acontecem tragédias como essa fico chocado e triste. Principalmente com o que aconteceu com os jogadores e os fãs que estavam no campeonato, pois considero a comunidade de Games como uma outra Família minha.

Desejo força para as famílias dos feridos, que graças a Deus estão em condições estáveis no hospital e ainda mais força para as famílias das 2 vítimas que foram perdidas.

Matheus Nahra
Matt Nahra
aaa

Infelizmente mais uma vez vemos um caso como este, difícil encontrar palavras pra tentar explicar esta tragédia. Existe todo um contexto social que precisa ser analisado para evitar que em outro momento casos iguais se repitam. A comunidade gamer está de luto pelas 2 vítimas e envia forças para a rápida recuperação dos feridos.

Diego Castro
diegolsdc
aaa

Vídeo game é magia, amizade, momentos bons. Esse é um momento de muita tristeza para toda a comunidade. Palavras são insuficientes para expressar o que sinto nesse exato momento. Espero que Deus possa dar todo o suporte necessário para a família de quem está sofrendo com essa tragédia e também do rapaz que acabou fazendo isso. Independente de sua motivação, ele estava doente e precisava de ajuda. Desta história toda só podemos tirar lições, e que os games possam trazer apenas alegria e diversão.

Ailton Bueno
TonBueno25
aaa

A tragédia de ontem, na Flórida, gera no mundo mais uma ferida. E como todo machucado, levará um tempo até ele ser cicatrizado. O fato causa em nós, particularmente enquanto jogadores, uma sensação de frio na espinha, já que a situação ocorreu em um contexto (campeonato de esports) que tem sido cada vez mais presente no nosso cotidiano. Apesar disso, é importante lembrar que antes de jogadores e/ou entusiastas de videogames, as vidas ceifadas e feridas são humanas. A minha esperança particular é que deixemos de procurar, pelo menos nesse primeiro instante, qualquer tipo de justificativa ideológica para o ocorrido. Lembremos, primeiro, do mais importante: torcer pela recuperação dos feridos e pensar positivamente, para que as famílias dos que se foram recebam luz para enfrentar esta que será a fase mais difícil da vida deles.

Carlos Palmeira
carlinhos07

Leia Também: Pronunciamento da EA Sobre Jacksonville  

Adquira já

        

 

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Sgt Rock 1967

Eduardo "Sgt Rock 1967" Rocha é o idealizador do Nós Nerds! Técnico em informática e gamer inveterado e veterano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.