15 de abril de 2024
Escute este Post
EscritosGames e Tech

Far Cry 5 Ficção, Realidade e Temores

Acabei a história de Far Cry 5 e boa parte das missões paralelas. Com isso, posso falar para vocês uma coisa: Essa obra de ficção, que é baseada em alguns fatos que já ocorreram( e podem voltar a acontecer), me deixam com temores do futuro. Não que eu acredite no final do jogo (falarei na parte com spoilers), mas eu acredito na capacidade humana de fazer M3rd4! E no caso de Far Cry 5, foram feitas grandes M3rd4s!

História

Pra quem não viu nada sobre o jogo, pode estar pensando que o escrito acima é um exagero. Não é, infelizmente. Já ocorreram diversos casos como mostrado no enredo de Far Cry 5. Seitas radicais que sugerem a proximidade do apocalipse e que de uma maneira ou de outra, acabam levam pessoas à morte, seja por suicídios coletivos, ou confronto com a lei, que na maioria das vezes se dá por causa da concentração de armas no poder dessas seitas. Um pequeno adendo, estou falando de casos no EUA. Aqui no Brasil, não encontrei nenhuma referência, mas existem muitos loucos soltos por aí.

Os Seed, da esquerda para direita, John, Joseph, Jacob e Faith.

Na história, o condado fictício de Hope County, em Montana é tomado por uma seita chamada “Portão do Éden”, onde na figura de líder espiritual e salvador encontramos Joseph Seed o “Pai”. Você assume o papel do agente (que pode ser um homem ou mulher) que vai até a cidade para prender o “Pai”. Pra variar, é nesse momento que você sente que tudo vai dar errado, e dá. Joseph não é o único Seed na história, seus três irmãos (John, Jacob e Faith) dividem o condado em três áreas diferentes, as quais devem ser liberadas da influência e jugo dos Edenetes (como são chamados os seguidores do Portão do Eden), soldados armados que estão salvando almas do fim que se aproxima(!?!).

Boomer, na minha modesta opinião de cachorreiro, o melhor parceiro do jogo.

Durante o gameplay, você interage com diversos moradores do condado e alguns deles se tornam seus aliados, que em pares podem lhe acompanhar durante as missões, cada um com suas características e especialidades, incluindo um cão, uma puma e um urso.

Jogabilidade

Far Cry 5, é um FPS (tiro em primeira pessoa = First Person Shooter) de mundo aberto, onde você decide ir e fazer o que quiser e quando quiser. existem vários desafios, bunkers e missões para serem realizadas. Das mais relaxantes, como pescar até as mais perigosas, tomar locais controlados pela seita.

O mapa do jogo é amplo e com o decorrer do gameplay você consegue liberar pontos de viagens rápidas, o que facilita muito na navegação pelo condado. Outra facilidade é ligar o piloto automático nos seus carros e ficar olhando a paisagem enquanto vai de um ponto ao outro. Mais a frente você libera nas suas habilidades a viagem aérea, que além de te deixar em queda livre sobre o ponto escolhido, deixa você com a opção de usar sua wingsuit e planar até outro ponto no mapa. Eu, a cada ponto conquistado, planava até o próximo objetivo no mapa.

Os itens, armas e veículos de Far Cry 5 deixam você determinar seu tipo de jogo e estratégia para lidar com Joseph e sua gang (parece nome ruim de banda dos anos 90), pode chegar sorrateiro de pára-quedas durante a noite, se aproximar de carro ou atacar do ar de um helicóptero altamente armado.

Uma parte interessante é como a Ubisoft resolveu um “problema” de fazer a história acontecer durante um gameplay totalmente aberto. Ao atingir determinada pontuação em cada território de um irmão do Joseph, são enviados membros da seita para te caçar no mapa e eles acabam levando você ao líder do território, aumentando a interação com ele até o momento de confrontá-lo.

Multiplayer

Você pode jogar em co-op com um amigo e fazer todas as missões dos jogos com ele. Como não consegui jogar muito, ainda tenho dúvidas no casa das missões com os irmãos, essas, tenho quase certeza, que você terá de enfrentar sozinho os Seed. Também existe o modo arcade que permite jogar pequenos mapas no modo co-op ou pvp, aumentando em muito as horas de jogatina no Far Cry 5.

Como acabei jogando a história sem a companhia de nenhum amigo, não joguei os arcades, mas assim que puder faremos uns vídeos para o Youtube.

Conclusão

Far Cry 5 é tão envolvente, que você tem vontade de ficar no jogo, mesmo tendo muito mais jogos para jogar. A história e as reviravoltas que ela dá são muito marcantes, o final do jogo, que são em dois, são absolutamente desconcertantes. Eu acredito que é impossível alguém jogar e sair sem questionar o futuro do mundo perante a loucura humana. Um grande jogo e uma grande história. Aguardando a hora de jogar um pouco mais do multiplayer.

Adquira já

        

Logo Curti

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Sgt Rock 1967

Eduardo "Sgt Rock 1967" Rocha é o idealizador do Nós Nerds! Técnico em informática e gamer inveterado e veterano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.