20 de junho de 2024
Escute este Post
EscritosPapo de Bar

Papo de Bar – Sextou, Galera! Bora Curtir

Sexta-feira. A semana toda ralando. Chega o abençoado final de semana. Tá na hora de curtir. Aproveitar o que a vida tem de bom. 18h00, adeus trabalho. Te vejo na segunda. Hora de pegar a condução. Tá tudo preparado em casa. Hoje tem!  O caminho todo pensando em como vai ser massa. Ouvindo aquele som para desestressar da rotina. 19h30, finalmente chego em casa. Tá na hora! Mando mensagem pros amigos. Hoje ninguém me segura. Tá na hora de postar a foto com a hashtag sextou. Então eu abro a geladeira, pego a garrafa, encho o copo. Vou curtir. Me dirijo à sala. Ligo o videogame e finalmente tenho paz. Sextou, galera! E também é hora de ler um Papo de Bar!

O quê? Achou que eu fosse beber alguma coisa alcoólica? Ir para algum bar? Nada disso. Eu vou jogar videogame. 

Hoje em dia há um pré-conceito que diz que quem joga videogame está desperdiçando a vida. Eu não tenho como discordar mais. Quando estamos em posse dos nossos controles nós nos tornamos outras pessoas. Seja um samurai em Ghost of Tshushima, um piloto em Forza, ou encanador bigodudo em qualquer jogo do Mario.

Eu fico realmente pistola com quem diz que jogar videogame é uma perda de tempo. Existem pessoas que no “sextou” só voltam para casa na segunda. Se embebedam até esquecer os próprios nomes. Ou usam drogas lícitas ou ilegais, mas ninguém critica essas pessoas. Agora basta passar algumas horinhas no videogame e você automaticamente odeia a própria vida e quer jogar tudo fora.

Normalmente eu evito dizer as coisas que aqui estão ditas, mas de vez em quando é bom externar um sentimento, por mais revoltoso ele seja.

Jogar videogame no Brasil é difícil. Um console de nova geração custa, literalmente, R$ 5 mil reais. Um jogo, nas lojas virtuais, estão entre R$ 200 e R$ 300, dependendo do título. Um controle está R$ 500. Fora a TV, no mínimo uma Full HD, que está em média R$ 1.500. Se fizermos a soma, dá R$ 7.300. E isso é muita coisa. Claro que estou aqui ignorando serviços e jogos em promoção, mas você entendeu a ideia.

Muitas das vezes o cara deixa de comer em um restaurante, ou de comprar uma roupa mais cara para poder comprar aquele jogo. Algumas vezes é preciso economizar o por mais de 12 meses para comprar 2 ou 3 games por ano, para então vir alguém e dizer que estamos desperdiçando a nossa vida? Faça me o favor.

Legal mesmo é sair na sexta, encher a lata, fumar tudo o que for possível. Fazer sexo irresponsável, isto é, sem proteção. E mais um monte de coisas, e ainda ser tratado com uma pessoa normal. Papo de Bar

Então, só posso dizer uma coisa: Sextou, galera! Cada um curte do seu jeito e vamos todos ser felizes. Seja jogando ou bebendo. Afinal, Deus deu o livre arbítrio, e enquanto ele não revogar, eu vou passar as minhas horas jogando videogame, sim. Papo de Bar

Informe Publicitário

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de dicas, sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook para acompanhar nossas publicações e ficar por dentro das notícias do mundo gamer, concursos e promoções!

Ailton Bueno

Um treinador de Pokémon aposentado que abandonou a carreira para escrever sobre joguinhos. Nos tempos livres, eu me enveredo pelos mais longos JRPGs que encontro e perco várias horas treinando explorando os mundos.

2 thoughts on “Papo de Bar – Sextou, Galera! Bora Curtir

  • Danilo Barros

    Hoje mesmo eu vou jogar e beber ao mesmo tempo .

    E que Deus perdoe essas pessoas ruins.

    Resposta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.