12 de julho de 2024
Escute este Post
EscritosGames e Tech

Company of Heroes 3 – Um Porte Muito Bem Feito

Eu lembro das minhas horas jogando Company of Heroes, o primeiro jogo da série, em um PC em uma lan house. Era um jogo bem estimulante, que você conseguia jogar em estratégia em tempo real, o famoso RTS, no qual você tinha um teatro de operações da Segunda Guerra Mundial, o que continua até o terceiro jogo da série Company of Heroes 3.

Nós recebemos a cópia do jogo da Relic Entertainment e da Sega para podermos jogar a versão de console já que a versão de PC foi lançada em 23 de fevereiro deste ano. No menu inicial do jogo você já começa a notar as proximidades do jogo do PC, pois você deve controlar o cursor e clicar quando posicionar o cursor sobre algum item do menu inicial.

Na tela inicial do jogo você conta com opções de um jogador, multijogador, cooperativo contra a máquina e jogo personalizado. Eu fiz um teste na campanha de um jogador onde você tem a opções da Campanha Italiana que você joga como aliado, ou seja com tropas americanas e inglesas contra as tropas do eixo. Na Operação Norte da África, você luta com os exércitos controlados pelo General Rommel que liderava os Afrikas Corps.

O início da Campanha Italiana é bem simples e muito fácil de você entender. Os comandos foram bem adaptados e você pode jogar bem tranquilo com seu controle, sem ter muitas complicações entre a seleção de unidades e comandos de campo. E o mesmo acontece com a Campanha Africana, onde as forças do Eixo atacam os ingleses.

Company of Heroes 3. Imagem ilustrativa
Tela inicial do game com as opções de jogo.

As unidades dos exércitos dos dois lado da Segunda Grande Guerra são bem variadas, e que além de atacar unidades inimiga, pode tomar prédio, pontos de verificação e também podem tomar equipamentos inimigos, como canhões, morteiros e metralhadoras pesadas.

Tentei o jogo personalizado e as escaramuças da campanha, mas não foram tão simples como pensei, a Inteligência Artificial tem uma velocidade de crescimento que ainda não conseguir me equiparar.

Company of Heroes 3. Imagem ilustrativa
Tela do jogo, com vários dos comandos mostrados na tela, que facilitam o gameplay.

Infelizmente, ou não, estamos em uma época de muitos lançamentos e estou dividindo meu tempo entre vários lançamentos. Mas com certeza continuarei na campanha de Company of Heroes 3 com muito gosto.

Agradeço a Relic e a SEGA pela oportunidade de jogar este grande RTS que é um grande marco da categoria.

Informe Publicitário

Gostou? Deixe um comentário e compartilhe com amigos. Clique no Sininho vermelho e receba as novidades. Siga nosso canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook!

Sgt Rock 1967

Eduardo "Sgt Rock 1967" Rocha é o idealizador do Nós Nerds! Técnico em informática e gamer inveterado e veterano.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.