3 de março de 2024
Escute este Post
EscritosGames e Tech

Turma da Mônica e a Guarda dos Coelhos – Diverte os Fãs de Tower Defense

Mônica e sua turma estão presentes na vida dos brasileiros já há vários anos. Alguns jogos da turma já foram lançados por aqui na era dos 8-bits, no Master System, mais especificamente. E quando esse novo game foi anunciado, muita gente, eu incluso, esperava um game que mostrasse as características da turma em algum tipo de aventura, mas isso não aconteceu.

A Turma Entra em Ação

A aventura começa com a destemida usuária do coelho azul apreciando o seu reino da Rua do Limoeiro quando de repente, uma estrela cai do céu. A visitante então pede ajuda de Mônica para poder voltar aos céus, e apresenta um castelo, que pertencia a um antigo povo do reino. Nesse momento, o castelo é atacado por soldados de sujeira e cabe ao jogador proteger o castelo.

Essa é a premissa básica do game e tudo que há nele. É um tower defense que não utiliza as características próprias dos personagens do universo de Mauricio de Sousa. O que muda entre é a aparência e só. A parte boa disso é que o game te permite escolher qual o personagem a ser jogado, mas o segundo sempre será aleatório.

 

Há presente no game diversos personagens clássicos da turma, como o Astronauta, Franjinha, Bidu e vários outros, totalizando 16 personagens. Particularmente eu fiquei bastante frustrado de saber que aquilo era basicamente uma skin, então não senti a necessidade de correr atrás para liberar outros personagens.

Ative Esses Canhões

Escolhido o personagem é hora de ir pra ação. Que é defender o castelo. Sempre. Para isso o jogador deverá preparar as balas, que possuem três tipos diferentes, preparar a pólvora – usada para disparar o canhão – e limpar a arma após ativá-la. Para os fãs do gênero é um prato cheio, para os demais, não é tão divertido assim.

O game possibilita a jogatina para até 4 pessoas simultaneamente, mas infelizmente eu não pude experimentar essa opção. Porém, acredito que deve ser muito mais agradável de se apreciar o jogo com os amigos.

A trilha sonora do game não chama tanta a atenção, mas também não atrapalha. Ela está ali para criar um clima, tanto quanto o soar do sino, que anunciam as hordas inimigas. Mas fora isso, é totalmente esquecível.

Os gráficos do castelo, de fundo e dos inimigos é extremamente bem feito, com uma arte pixelizada muito bem feita. Mas os personagens da Turma parecem destoar de todo o resto, e são formados de pixel minimalistas. Eles são sim reconhecíveis, mas nada além disso, acredito que eles poderiam ter ficado melhores.

Defenda o Castelo!

Se você for um fã do gênero Tower Defense, então Turma da Mônica e a Guarda dos Coelhos é um prato cheio, mas se não curte ou não tem paciência, passe longe. O game recebeu certa atenção da mídia por conter personagens clássicos da infância de muita gente como protagonistas, se fosse um outro elenco, passaria baixo do radar de muita gente.

A Maurício de Souza Produções prometeu que em 2019 seriam lançados uma série de produtos com a marca Turma da Mônica, então só nos resta esperar por algum outro game que faça jus as características da turma da Rua do Limoeiro.

Adquira já

    

Ailton Bueno

Um treinador de Pokémon aposentado que abandonou a carreira para escrever sobre joguinhos. Nos tempos livres, eu me enveredo pelos mais longos JRPGs que encontro e perco várias horas treinando explorando os mundos.