30 de maio de 2024
Escute este Post
Notícias

Wizard with a Gun – Essa Magia Não Tem na Escola

Quando ouvi o título “Wizard with a Gun” (Feiticeiro com uma arma), a primeira coisa que veio à minha mente foi o meme de Daniel Radcliffe segurando armas. Bastou isso para querer conhecer um pouco mais sobre o jogo Rogue-like Twin-Stick shooter, desenvolvido pela Galvanic Games e distribuido pela Devolver Digital. Então, iniciei o jogo e comecei a criar meu feiticeiro. Há várias opções de customizações, e admito que fiquei naquela tela por mais tempo do que deveria, o que para mim é um bom sinal. Após nosso visual finalizado, é mostrada uma bela animação, que cria um certo hype para iniciarmos a jogatina. Essa cutscene é muito bem desenhada, mas infelizmente sofre da compressão que foi utilizada.

Agora sim, podemos conhecer um pouco sobre o universo e o mundo em que nos encontramos, no meio de uma ruptura que irá acabar com o mundo! Ao nos aventurarmos um pouco mais, começamos a encontrar alguns personagens que nos contam mais sobre o estado do mundo, nosso dever e como podemos salvá-lo. É neste momento que somos apresentados ao foco principal do jogo. Precisamos recuperar engrenagens para podermos voltar no tempo e impedir o fim do mundo. As engrenagens estão espalhadas pelo mundo que é gerado randomicamente a cada rebobinada, mas que contém certa estrutura. Os biomas sempre vão estar por meio das mesmas regiões.

Ao nos aventurarmos neste mundo, é necessário também ficar atento aos recursos, pois precisamos craftar munições mágicas, poções de recuperação de vida e mais algumas coisinhas. Temos vários tipos de armas e um monte mais de tipos de munições, que vão de fogo, água, relâmpago, veneno e muito mais. Podemos carregar várias armas, e cada arma pode ter 2 tipos de munições e com isso temos ao nosso dispor inúmeros combos. Brinquei bastante nesta etapa. Fiquei um bom tempinho não progredindo na história, só pegando recursos e voltando na base para pesquisar novos tipos de munições. O que valeu muito a pena!Wizard with a Gun. Imagem ilustrativa

Quando voltei a focar em resgatar as engrenagens, tive um bom avanço. Estava com munição e combos que facilitaram muito meu primeiro boss. O que foi uma surpresa para um colega que estava a horas tentando passar o primeiro boss, pois não estava atento a melhorar e pesquisar novas munições. Então, ter um bom preparo e planejamento pode tornar sua experiência totalmente diferente.

Gosto de deixar os pontos que mais me marcaram por último. Temos vários tipos de subtipos de inimigos e cada um faz com que você tenha que se adaptar, seja aprendendo padrões de ataque ou trocando munição e combo para algum mais adequado.Wizard with a Gun. Imagem ilustrativa

Este universo tem bastante construção na forma de texto. Então, fica a seu critério explorar o mundo deste jogo mais a fundo ou se está lá apenas pela gameplay. (Só para avisar, tem até mesmo o porquê os feiticeiros começaram a usar armas!) Outra coisa que me chamou bastante atenção foi o conjunto de trilha sonora, efeitos de som, e direção de arte.

Uma complementa a outra de uma forma muito boa, e consigo ver este jogo sendo um em que irei retornar no futuro conforme novas atualizações chegarem.Wizard with a Gun. Imagem ilustrativa

Agradecemos a Galvanic e a Devolver pela cópia do Wizard witha Gun, que está disponível no PC (Steam), PS5 e Xbox Series X|S.

Informe Publicitário

Gostou? Deixe um comentário e compartilhe com amigos. Clique no Sininho vermelho e receba as novidades. Siga nosso canal do Youtube, e participem do nosso grupo do Facebook!

A_Dud3

Giovanni "A_Dud3" Neto é um cara perdido no mundo dos games.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.